Dia de trilha 

- Como não sabemos qual o dia vai conseguir o agendamento, estou colocando no oitavo dia, mas você pode adaptar o roteiro da forma que preferir. Também não sabemos sobre a tábua de marés, então não poderemos saber ao certo se sua trilha será no período da manhã ou da tarde, mas você também faz as suas adaptações ao que estou sugerindo.

- As trilhas (todas) só se formam na maré baixa, que é quando as barreiras de corais começam a aparecer fazendo as inundações, formando as piscinas. Então o ICMBio pega a tábua de marés, vê qual o horário do pico da maré baixa e abre as piscinas duas horas antes e fecha duas horas depois do pico da maré baixa. 

- Das piscinas, escolher uma é questão de preferência, mas vou falar um pouco da minha experiência nelas. Para a trilha da Atalaia, o acesso é fácil, trilha de 30 minutos de terra, que tem só algumas raízes expostas e pedras soltas. Ela é a maior em extensão, mas a mais rasa de todas, ela não chega nem a 60 cm de profundidade e é linda, maravilhosa. Também chamada de berçário marinho, você consegue ver nela todas as miniaturas de tudo o que você viu na ilha inteira ao longo dos dias, parece um aquário.

- Já a piscina do Abreus é menor em extensão, mas mais profunda, então as espécies são diferentes e os peixes já são maiores. Mas olha, a trilha do  Abreus é pouco divulgada, mas depois da caminhada fácil de 1,2km, você chega no topo de uma rocha que é preciso descer de corda pra chegar na piscina. Não é rapel, nem paredão, mas a corda serve de apoio pela descida ser muito ingrime. Além da piscina principal, se andar mais um bocadinho ou perguntar pro fiscal, vai ver uma outra piscininha menor, que também é lindinha.

- O Morro São José era pouquíssimo divulgado, mas hoje em dia virou o queridinho dos visitantes. Nada mais é do que uma ilha secundária do arquipélago que quando a maré seca (até 0.3), abre-se um caminho de pedras até ele e é aí que ele deixa de ser ilha São José e passa a ser morro São José. O caminho é feito por pedras soltas e que acabaram de sair da água, ou seja, escorrega pra caramba. Vá de tênis. A piscina é linda, mas sem vida marinha, parece a lagoa azul.

Então, conhecendo as três trilhas que mais indico, veja direitinho a tábua de maré e procure ir ao ICMBio, no centro de agendamento em alguns dias que antecedem este (até 06 dias), quando você pega uma senha e aguarda até 17h30 quando começam a chamar.

- Na realidade, por essa dificuldade de agendamento e restrição na visitação, só faça uma dessas trilhas se tiver duas horas do seu dia disponíveis pra perder no agendamento. Isso porque existem milhares de coisas legais pra fazer em Fernando de Noronha em duas horas. Então seguinte, se você tiver 10 dias na ilha, não tem problema perder duas horas na fila do agendamento, agora se vai ficar até seis dias, não faça isso. Você pode optar por fazer um passeio chamado de "Circuito das Piscinas Naturais" em que contrata-se um guia e ele conduz vocês para 3 piscinas naturais sensacionais que não precisam de agendamento, mas é aconselhável condutor. Ele vai te acompanhar nessas trilhas e piscinas, sem perder nenhum minuto em fila. Esse passeio é reservado aqui

- E ocupe o restante do dia fazendo outro passeio sensacional que é a cavalgada ecológica. Esse passeio a cavalo é de arrepiar. Claro que estamos numa área de preservação e NUNCA deixariam os cavalos andarem nas costas das praias, mas o roteiro é fantástico também! Sai lá no Boldró e vem seguindo pela estrada de terra que passa pela Praia da Conceição, do Meio e do Cachorro. Passa pela Vila dos Remédios e pela Igreja Nossa Senhora dos Remédios e sobe pela antiga estrada até a BR, que leva ao Porto. Ali na área portuária, dá pra cavalgar pelo Air France, pela costa da Caieiras e começa o caminho de volta. Só que também neste período, os cavalos estão em tratamento... rs. Infelizmente o passeio não está acontecendo, então é melhor deixar esse dia livre pra fazer alguma outra coisa.

- Já que o dia de hoje não dá pra ter um roteiro perfeito porque depende da maré, vou apenas sugerir os restaurantes para almoço e jantar, e você mesmo encaixa no seu dia. Para o almoço, pode dar uma passada no O Pico, que fica na BR, próximo ao Mundo Verde. E no jantar, pode conhecer o restaurante da Pousada Morena.

- A noite tem palestra no Centro de Visitantes do Projeto Tamar às 20h e veja abaixo nas atividades variáveis o que te espera para a noitada, pois cada dia da semana tem uma noitada diferente!

ATIVIDADES VARIÁVEIS DIÁRIAS

Atente-se para qual dia da semana você estará chegando.... Porque aqui na ilha, cada dia da semana é um dia diferente, acontecem atividades diferentes, festivais gastronômicos, noites, etc. Então, veja os slides abaixo para completentar a sua experiência aqui conosco. 

DETALHES DAS NOITES

Segunda-feira: forró no Bar do Cachorro

Terça-feira: nenhum atrativo noturno

Quarta-feira: forró no Bar do Cachorro

Quinta-feira: reggae no Muzenza

Sexta-feira: forró no Bar do Cachorro

Sábado: forrónejo no Bar do Cachorro e reggae no Muzenza

Domingo: samba no Muzenza

QUER AJUDA?

Ficou com algum dúvida? Me escreve que terei o maior prazer em te ajudar!

  • Facebook - Dicas de Noronha
  • Instagram - Dicas de Noronha

Este site está no ar com o intuito de ajudar o visitante na sua visita ao arquipélago. Portanto, tirem suas dúvidas, acessem os sites de passeios e buggys, sigam as indicações, porque esta é a única forma de mantê-lo no ar, já que não tem fins lucrativos.

Mabuya Digital