Dia de Praia do Leão

- Dia de ver o Sol nascer no Museu dos Tubarões e de expedição oceânica.

- Comece indo bem cedo, por volta das 5h30 no Museu dos Tubarões. Ajeite-se ali no topo e aprecie a paisagem! é lindo de se ver! Aproveite para tirar aquela famosa foto de sereia e Netuno com as "esculturas" que tem por lá.

- Depois, já fique por ali mesmo, no Museu dos Tubarões, com uma palestra sensacional do Léo Veras (especialista em tubarões aqui em Noronha), ele dá uma puta aula sobre a ilha e arrasa nas informações. Depois disso, os visitantes seguem para o Porto para a saída do passeio. A NAVI é um barco russo que possibilita ver o fundo do mar sem precisar mergulhar. Ele não tem rota definida, isso é decidido na hora pelo capitão do barco de acordo com as condições do mar. A base do barco equivale a 300 máscaras de mergulho, ampliando a visão de quem está olhando. É um passeio fantástico, mas seu êxito muda muito de dia pra dia. Tem dias que é possível ver tudinho, inclusive os golfinhos passando por baixo, os mergulhadores que estão explorando o fundo do mar, os tubarões arraias e tartarugas e tem dias que não dá pra ver absolutamente nada! Pra quem tem o hábito de ficar mareado, também não é uma boa ideia, porque devido à posição que se fica olhando para o solo, a pessoal pode ficar com náuseas e tonturas mais rápido. Mas, pelas vezes que fui, super indico só que o barco está em manutenção nessa época do ano e ainda sem previsão de voltar infelizmente.

- Na volta, almoce no longe do Cacimba Bistrô (experimente o famoso pastel de lagosta que servem lá) e aproveite a tarde pra conhecer outra praia que não faz parte do ilha tour: a Praia do Leão. Nesta praia, o ilha tour até passa, mas não entra. Você só vai ver pelo mirante e vale a pena passar um tempo nela, porque ela é linda e também já foi eleita a praia mais bonita do mundo. Mas leve tudo! Lá não tem guarda sol, nem cadeiras, nem nada! Cuidado nessa praia, é praia do mar de fora, praia brava e cheia de correnteza.

- Pode aproveitar pra ir também até o Fortinho São Joaquim do Sueste. É um caminho curtinho, que fica na estrada da Praia do Leão, mas que ninguém vai. Tem placas no caminho, é só seguir a pé e vocês terão uma vista linda da Baía do Sueste por trás dela. É um lugar onde os cactos secos se misturam com o azul do mar. Lindo de conhecer! Caso não aguentem a caminhada, não vão, pois os buggys não entram nessa trilha.

- E para o pôr do Sol, pode subir no Fortinho Nossa Senhora dos Remédios. Um forte tombado pelo IPHAN, que já está em ruínas e também não faz parte do roteiro de muita gente, mas a vista é linda. Não tem nenhuma estrutura de bar ou banheiros, leve uns petiscos, drinks e uma canga e suba lá pra ver o pôr do Sol.

- Jante no Xica da Silva. Foi eleito o 2º melhor restaurante de Noronha no TripAdvisor. Não precisa de reserva e é delicioso. Bem conhecido pelas sobremesas, tem um prato chamado "Peixe Mestiço" que é sensacional!

- A noite tem palestra no Centro de Visitantes do Projeto Tamar às 20h e veja abaixo nas atividades variáveis o que te espera para a noitada, pois cada dia da semana tem uma noitada diferente!

ATIVIDADES VARIÁVEIS DIÁRIAS

Atente-se para qual dia da semana você estará chegando.... Porque aqui na ilha, cada dia da semana é um dia diferente, acontecem atividades diferentes, festivais gastronômicos, noites, etc. Então, veja os slides abaixo para completentar a sua experiência aqui conosco. 

DETALHES DAS NOITES

Segunda-feira: forró no Bar do Cachorro

Terça-feira: nenhum atrativo noturno

Quarta-feira: forró no Bar do Cachorro

Quinta-feira: reggae no Muzenza

Sexta-feira: forró no Bar do Cachorro

Sábado: forrónejo no Bar do Cachorro e reggae no Muzenza

Domingo: samba no Muzenza

QUER AJUDA?

Ficou com algum dúvida? Me escreve que terei o maior prazer em te ajudar!

  • Facebook - Dicas de Noronha
  • Instagram - Dicas de Noronha

Este site está no ar com o intuito de ajudar o visitante na sua visita ao arquipélago. Portanto, tirem suas dúvidas, acessem os sites de passeios e buggys, sigam as indicações, porque esta é a única forma de mantê-lo no ar, já que não tem fins lucrativos.

Mabuya Digital